Crítica: “Bata Antes de Entrar” transforma fantasia masculina em terror psicológico trash

Curioso para assistir ao novo suspense com Keanu Reeves? Pense de novo. “Bata Antes de Entrar”, que estreia nesta quinta-feira (1º de outubro), explora uma fantasia masculina com ecos de “Violência Gratuita” e “Laranja Mecânica”, mas sem Michael Haneke ou Stanley Kubrick para segurar a onda. No lugar, temos Eli Roth – diretor de um sucesso só (“O Albergue”), cujo trabalho mais polêmico é um filme sobre canibais passado na Amazônia (“The Green Inferno”).

bata

Reeves interpreta Evan, um arquiteto casado e pai de dois filhos. Sua família é feliz, no estilo “propaganda de margarina”, e sua casa é narcisisticamente decorada com quadros dos próprios moradores e esculturas feitas pela esposa, uma artista plástica. Há uma tensão nas entrelinhas, sugerindo que Evan já a traiu com mulheres mais novas.

As coisas começam a esquentar quando a família vai viajar e ele fica sozinho em casa para terminar um trabalho. Na primeira noite, chove muito e duas garotas seminuas (Lorenza Izzo e Ana de Armas) tocam a campainha. O que se segue é uma sequência de diálogos dignos do mais previsível pornô. Mas esse é só o começo.

Os problemas só começam a aparecer na manhã seguinte, quando as meninas mudam radicalmente de comportamento e começam a ameaçar o anfitrião, destruindo sua casa, ameaçando denunciá-lo por abuso de menores e agindo como criancinhas mimadas. Um horror, no pior sentido da palavra.

Roth tenta inserir mensagens de moralidade e feminismo nas falas das garotas (que, afinal, seduzem o homem para provar que ele é um traidor), mas o conjunto do longa é tão machista e tão distante da realidade que fica difícil levar esse discurso a sério. Mais fácil pensar no filme como um trash da madrugada.

Texto publicado originalmente no Guia da Semana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s