“Do Jeito Que Elas Querem” – ou aquele em que quatro senhoras leem Cinquenta Tons de Cinza

Hollywood vem tentando nos dizer há muitos anos que existe vida na terceira idade. Sexual, inclusive. E, na nova comédia que estreia no dia 14 de junho, “Do Jeito Que Elas Querem”, quatro mulheres nos seus sessenta-e-tantos anos vão descobrir isso da maneira mais curiosa possível: lendo a trilogia “Cinquenta Tons de Cinza”.

Confesso que, quando li essa sinopse, fiquei empolgadíssima para ver como o quarteto formado por Diane Keaton, Jane Fonda, Candice Bergen e Mary Steenburgen (que time, gente!) ia incluir um pouco de “cinquenta tons” em suas vidas geriátricas… Mas acho que a ousadia ficou só no tema do mês no seu clube de leitura.

É preciso frisar, como já li em outras críticas, o quão importante é para todo o mundo que um filme como este simplesmente “exista”. Afinal, temos o hábito de pensar em idosos como crianças indefesas de quem devemos cuidar ou como sábios intocáveis e raramente nos lembramos de que são adultos como nós, apenas mais experientes, fisicamente mais fragilizados (ou não) e afastados do mercado de trabalho (ou não). Ou seja: eles dificilmente se encaixam nas caixinhas que lhes reservamos.

No caso de “Do Jeito Que Elas Querem”, o problema é que elas se encaixam até demais. Pense em dança de salão, trapalhadas com internet, ex-maridos com novas namoradas mais jovens. É mais ou menos o que pensamos quando pensamos em terceira idade, não? E os clichês também valem para o gênero “comédia romântica”, como não poderia deixar de ser: temos primeiros encontros desastrosos, a personagem bem-sucedida que não quer se envolver, champagne sob a luz do luar e até voos de jatinho para impressionar a moça (voltarei a esse ponto mais tarde). Tudo feito sob medida para atender às suas expectativas.

O resultado é que essa versão 6.0 de “Sex and the City”, apesar das boas intenções e do elenco maravilhoso, soa excessivamente artificial. Falta naturalidade nas atitudes dessas mulheres, nos seus romances e até na sua amizade – tudo é certinho demais. Simples demais. E, se a justificativa para jogar tão seguro é que este é um filme “leve”, para “a família”, então sugiro dar uma olhada numa série que já soma quatro temporadas na Netflix chamada “Grace and Frankie”, que inclusive tem Jane Fonda num papel bem parecido. Ali, homens e mulheres septuagenários também fazem sexo e trocam de namorados (e até saem do armário!), mas, acima de tudo, são pessoas complexas, imprevisíveis e cheias de ideias. Consigo ver as protagonistas de “Grace and Frankie” lendo “Cinquenta Tons de Cinza” e tirando dali inspirações muito mais criativas.

E, já que estamos falando da segurança de apostar em clichês, vale colocar que nem todos eles são assim tão seguros quanto pensam os criadores (Erin Simms e Bill Holderman). Por exemplo, parece antiquado reforçar a ideia de que o charme de um homem está diretamente ligado à sua capacidade de convencer a mulher a fazer coisas que ela não quer, e que o oposto jamais se aplica. Pobre Carol (Steenburgen), que precisa se desculpar por ter inscrito a si mesma e ao marido numa inocente competição de dança, enquanto o pretendente de Diane (Keaton) a obriga a encarar seu pânico de avião com um voo a dois. Por experiência própria, eu sei que pessoas que não gostam de avião simplesmente NÃO vão achar romântico um passeio de jatinho, em nenhuma circunstância, nem se fosse com o próprio Christian Grey.

É claro que, se você é fã de qualquer uma das atrizes que encabeçam a história, vale a pena dar um pulo no cinema e garantir umas risadas – porque há momentos bem engraçados nessa pequena aventura. Mas não espere aprender muito sobre mulheres, idosas ou não, nem pense que você verá qualquer tipo de algema em ação – se é isso que você quer. Esta é apenas mais uma comédia romântica para acompanhar a pipoca e o refrigerante e esquecer depois.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s