Lançamentos de maio no streaming

Foi-se o tempo em que o calendário de estreias de filmes era fácil de acompanhar. A cada quinta-feira, uma coleção de oito ou dez títulos chegava aos cinemas, às vezes somando-se a uma mostra especial aqui ou ali. Hoje, plataformas de streaming oferecem dezenas de opções a cada semana, cada empresa competindo com seu próprio pacote de estreias exclusivas e produções originais. O público, agradecido mas bastante confuso, tem a chance de alugar filmes avulsos ou assinar mensalmente o catálogo de plataformas cada vez mais numerosas.

Pensando nisso, decidi organizar um pouco a bagunça e reunir, numa única página, os principais lançamentos digitais (filmes e séries) que eu for recebendo. No início faltarão algumas plataformas, mas aos poucos tentarei incluir todo mundo. Me desejem sorte e… Aproveitem!


Maio


Netflix

Army of the dead: invasão em Las Vegas

4 maio

Zé coleta (Temporada 2)

5 maio

Os filhos de Sam: Loucura e conspiração (Minissérie)

7 maio

Monstro (Anthony Mandler, 2018)

O Legado de Júpiter (Temporada 1)

11 maio

Explicando… Dinheiro (Minissérie)

12 maio

Oxigênio (Alexandre Aja, 2021)

13 maio

Castlevania (Temporada 4)

Castlevania

14 maio

A Mulher na Janela (Joe Wright, 2021)

Love, Death & Robots (Série – Volume 2)

18 maio

Quem matou Sara? (Temporada 2)

20 maio

Special (Temporada 2)

21 maio

Army of the dead: Invasão em Las Vegas (Zack Snyder, 2021)

Jurassic World: Acempamento Jurássico (Temporada 3)

26 maio

O Divino Baggio (Letizia Lamartire, 2021)

Ghost Lab (Paween Purijitpanya, 2021)

Da África aos EUA: uma jornada gastronômica (Minissérie)

27 maio

Milagre Azul (Julio Quintana, 2021)

Eden (Temporada 1)

28 maio

Lucifer (Temporada 5 – Parte 2)

O método Kominsky (Temporada 3)

Encrencão (Kevin Johnson, 2019)


Amazon Prime Video

Depois a louca sou eu

1º maio

Clube da luta para mulheres (Paul Leyden, 2020)

MIB: Homens de Preto – Internacional (F. Gary Gray, 2019)

6 maio

Depois a louca sou eu (Julia Rezende, 2019)

7 maio

The boy from Medellín (Matthew Heineman, 2020)

8 maio

Pets – A vida secreta dos bichos 2 (Chris Renaud, Jonathan Del Val, 2019)

14 maio

The Underground Railroad (Temporada 1)

21 maio

P!nk: All I know so far (Michael Gracey, 2021)

28 maio

Panic (Temporada 1)

O conto da aia

Prime Video Channels

Paramount +

1 maio

The Astronaut (Temporada 1)

2 maio

O Conto da Aia (Temporada 4)

Starzplay

2 maio

The Girlfriend Experience (Temporada 3)

MGM

1 maio

Tomb Raider: A Origem (Roar Uthaug, 2018)


Disney Plus

Cruella

7 maio

Elefantes em nome da liberdade

Grandes migrações

Derramamento de óleo do século

Ailo – A jornada de uma rena

14 maio

Phineas e Ferb, O Filme: Candace contra o universo

Ártico ameaçado

The Gifted (Temporadas 1 e 2)

High School Musical: A Série – O Musical (Temporada 2)

High School Musical: A Série – O musical

21 maio

Grand Canyon ao extremo

Marvel: Aventuras dos Super-Heróis (Curtas – Temporada 4)

28 maio

Cruella (Premier Access)

Expedição Marte

28 maio

Dra. T: Clínica de Animais Exóticos (Temporada 1)

Launchpad – Curta a Diversidade (Curtas)

Coop & Cami (Temporada 2)

As Crônicas de Evermoore (minissérie)

Desafio Impossível (Temporada 1)

Marvel Rising: Initiation (Curtas)

ESPECIAL MAY THE 4TH

4 maio

Star Wars: The Bad Batch (série animada)

Lego Star Wars: All-Stars (série animada)

Lego Star Wars: As Aventuras dos Freemaker (série animada)

Star Wars: Rebels (série animada)

Star Wars: Forças do Destino (série animada)


Telecine Play

Pokémon: Detetive Pikachu

1º maio

Scooby-Doo e a Maldição do 13° Fantasma (Cecilia Aranovich, 2019)

Bingo: O Rei das Manhãs (Daniel Rezende, 2017)

Liga da Justiça: Os Cinco Fatais (Sam Liu, 2019)

3 maio

Vem Com o Papai (Ant Timpson, 2019)

4 maio

Juntos Novamente (Sean McNamara, 2020)

7 maio

Os Intrusos (Julius Berg, 2020)– Première Telecine

11 maio

Alerta Vermelho (Byung-Seo Kim, 2019) – Première Telecine

13 maio

Pokémon: Detetive Pikachu (Rob Letterman, 2019)

15 maio

A Maldição da Chorona (Michael Chaves, 2019)

Tudo de Novo (Kris Rey, 2020)

A Última Escapada (Mark Lamprell, 2020)

Osmar, a primeira fatia do pão de forma (Alê McHaddo, 2019)

A maldição da Chorona

18 maio

A Irmã do Noivo (Amy Miller Gross, 2020) – Première Telecine

20 maio

Sequestro Internacional (Cyrus Nowrasteh, 2019) – Première Telecine

22 maio

Como Se Tornar Influente

25 maio

Relíquia Macabra (Natalie Erika James, 2020) – Première Telecine

27 maio

Billie

29 maio

Postais Mortíferos (Danis Tanovic, 2020) – Première Telecine

30 maio

Nadando pelo Ouro

31 maio

Ela Morre Amanhã (Amy Seimetz, 2020)

A Discussão


Belas Artes à la Carte

Tempo de matar

13 maio

Gunga Din (George Stevens, 1939)

Tempo de matar (Joel Schumacher, 1996)

Hiroshima, meu amor (Alain Resnais, 1959)

Pais e filhos (Mario Monicelli, 1957)

14 maio

Quem matou Lady Winsley? (Hiner Saleem, 2019)

20 maio

Suspeita (Alfred Hitchcock, 1941)

Noite e Neblina (Alain Resnais, 1956)

O tango do ciúme (Steno, 1981)

Na trilha do sol (Michael Cimino, 1996)

27 maio

Era uma vez na América (Sergio Leone, 1984)

Os frutos da paixão (Shuji Terayama, 1981)

Henrique V (Laurence Olivier, 1944)

Humor à Italiana (Camillo Mastrocinque, Registi Vari, 1964)

O caminho para Moscou

Mostra Volta ao Mundo: Suíça

6-19 MAIO

Desejo de Voar (Andrea Staka, 2020)

O caminho para Moscou (Micha Lewinsky, 2020)

Espacate (Christian Johannes Koch, 2020)

Love me tender (Klaudia Reynicke, 2019)

Deserto (Frédéric Choffat e Julie Gilbert, 2019)

Sturm (Oliver Rihs, 2010)

O último a rir (Alain Tanner, 1969)

Na cidade branca (Alain Tanner, 1983)

RETROSPECTIVA FESTIVAL FINOS FILMES

20 MAIO A 9 JUNHO

7 curtas-metragens que marcaram os 7 anos do Festival Finos Filmes

Cine Clube Italiano

21 MAIO

O que será? (Francesco Bruni, 2020)


Looke

Amigos para sempre

5 maio

Amigos para sempre (Shawn Seet, 2019)

Presa em você (Jillian Armenante, 2018)

A Espiã (Jens Jonsson, 2019)

Guerra & Paz (Tom Harper, 2016) – Minissérie

12 maio

Rainha de Copas (May el-Toukhy, 2019)

O Candidato (Rodrigo Sorogoyen, 2018)

19 maio

Meu amigo robô (Sarik Andreasyan, 2019)

Justiça a qualquer custo (Igor Gedrovich) – Série

26 maio

Ana (Charles McDougall, 2020)

Starfish – uma história de amor incondicional (Bill Clark, 2016)

O golpista do ano (Glenn Ficarra, John Requa, 2009)


NetMovies

Depois da escuridão

5 maio

Depois da Escuridão (Batan Silva, 2019)

A Última Resistência (Akhtem Seitablayev, 2017)

Assassino em Série (Xu Jizhou, 2017)

12 maio

KV1: Almas de ferro (Konstantin Maksimov, 2018)

Lembranças de uma infância (Gabrielle Demeestere, 2015)

19 maio

Nos caminhos de Deus (Ken Kushner, 2019)

O anjo de Auschwitz (Terry Lee Coker, 2019)

O coiote (Kareem Mortimer, 2017)

26 maio

Sem Perdão (Brad Garris, 2017)

Um acampamento do barulho (Lisa Arnold, 2017)


Cinema #emcasacomsesc

A flor do meu segredo

5 maio

Um só pecado (François Truffaut, 1964)

Cléo das 5 às 7 (Agnès Varda, 1962)

Meu tio da América (Alain Resnais, 1980)

Segredos e mentiras (Mike Leigh, 1996)

A vida dos outros (Florian Henckel von Donnersmarck, 2006)

Especial Pedro Almodóvar – filmes disponíveis por 15 dias

6 maio

A flor do meu segredo (Pedro Almodóvar, 1995)

Carne trêmula (Pedro Almodóvar, 1997)

Maus hábitos (Pedro Almodóvar, 1984)

Mulheres à beira de um ataque de nervos (Pedro Almodóvar, 1988)

Festival Vivadança – filmes disponíveis por 48h

5 maio

19h – Ela poema – sessão 1 (Aïda Colmenero Diaz, 2013-2016)

6 maio

19h – Ela poema – sessão 2 (Aïda Colmenero Diaz, 2014-2015)

20h – Deus nos acuda (Pak Ndjamena, 2020)

7 maio

19h – Ela poema – sessão 3 (Aïda Colmenero Diaz, 2017)

8 maio

20h – Para lá dos meus passos (Kamy Lara, 2019)

9 maio

20h – Kmêdeus (Nuno Miranda, 2020)


Cinema Virtual

Os Esquecidos

6 maio

Haifa Street – Corações em guerra (Mohanad Hayal, 2019)

13 maio

Os Esquecidos (Daria Onyshchenko, 2019)

20 maio

Harmonia silenciosa (Ian Watson, 2020)

27 maio

Homens não choram (Steve Crowhurst, 2020)


Globoplay

Proibido nascer no paraíso

1º maio

Proibido nascer no paraíso (Joana Nin, 2021)


Plataformas diversas para aluguel

A artista e o ladrão

5 maio

Além das profundezas (Joachim Hedén, 2020) – iTunes / Apple TV, Google Play, Now, Vivo Play e Sky Play

6 maio

Ultra Galaxy Fight: Heróis da nova geração (Koichi Sakamoto, 2019) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

Éden – O mundo de Eva (Ágnes Kocsis, 2020) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

Todo mundo ama minha mãe (Alberto Sciamma, 2018) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

7 maio

A artista e o ladrão (Benjamin Ree, 2020) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

Uma mulher no limite (Abner Pastoll, 2019) – Claro Now, Vivo Play, Sky Play, Google Play, YouTube Filmes e iTunes/Apple TV

Além das profundezas (Joachim Hedén, 2020) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

As legiões emergentes (Dariusz Gajewski, 2019) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

12 maio

O Rebanho (Malgorzata Szumowska, 2019) –  iTunes / Apple TV, Google Play, Now, Vivo Play e Sky Play

Ilhados – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

Um milagre inesperado (Glendyn Ivin, 2020) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

O último destino

13 maio

O último destino (Rec Revan, 2019) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

Quando o amor acontece (David D. Dietrich, 2020) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

Rumo à Hollywood (Rahat Kazmi, 2018) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

19 maio 

Mais que especiais (Olivier Nakache, Éric Toledano, 2019) –  iTunes / Apple TV, Google Play, Now, Vivo Play e Sky Play

Faça um desejo! (Andy De Emmony, 2020) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

O defensor: A história de Bert Trautmann (Marcus H. Rosenmüller, 2018) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

Os intrusos (Julius Berg, 2020) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

Era uma vez em Roma (Eric Bross, 2019) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

20 maio

Raia 4 (Emiliano Cunha, 2019) – NOW, Google Play, Apple Tv, iTunes e Youtube Filmes

O jogo final (Carlo Caldana, 2021) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

Vingança e traição (Vladimir Koyfman, 2019) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

Renovação do coração (Sandra L. Martin, 2019) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

Stardust

26 maio

Stardust (Gabriel Range, 2020) –  iTunes / Apple TV, Google Play, Now, Vivo Play e Sky Play

Cosmoball: Os guardiões do universo (Dzhanik Fayziev, 2020) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

O último destino (Jonas Alexander Arnby, 2019) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

O menino e a guerra (Ben Cookson, 2020) – Now, Vivo Play, iTunes /Apple TV, Sky Play, Google Play e YouTube Filmes

27 maio

A superação de Amber (Paul Winters, 2019) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

O amadurecer de Andy (Chauncey Crail, 2019) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

Totalmente trocados (Florian Ross, 2020) – Looke, NOW, Vivo Play, Microsoft, Google Play e iTunes

Alvorada (Anna Muylaert e Lô Politi, 2021) – Now, Oi e Vivo PlaY

O que faz um filme ruim?

Antes de ontem, quis assistir a alguma coisa boba. Um filme que não prometesse muito, nem decepcionasse, para ver comendo pipoca de cérebro semi-desligado. Parece fácil, mas vocês ficariam surpresos com o quão raro é encontrar um desses por aqui – na maioria das vezes, me irrito com os primeiros dez minutos e vou ver outra coisa, que pode ser ótima, mas nem de longe era o petisco relaxante que eu procurava. O eleito, dessa vez, foi um filminho de ficção científica da Netflix que já tínhamos considerado mais do que algumas vezes só porque o protagonista era o Michael Peña e, pelo menos como coadjuvante em Homem Formiga, ele tinha sido simpático. Queríamos alguém simpático para aquela sexta-feira à noite.

Continuar lendo “O que faz um filme ruim?”

Críticas do Oscar – Meu Pai

Pouco a pouco, vou me atualizando sobre os filmes indicados ao Oscar – se é que faz sentido pensar em Oscar no ano-sem-cinema de 2021. Neste ano, o ritmo está mais lento, e nem o grande favorito nem a possível zebra da vez chegaram ainda, mas alguns outros títulos já estão disponíveis e, já que não se pode excluir ninguém depois que Green Book e Moonlight levaram a estatueta, vamos conferindo tudo o que dá. Já risquei da categoria de Melhor Filme O Som do Silêncio (em cartaz na Amazon Prime), Os 7 de Chicago (na Netflix) e, agora, Meu Pai, que chega às plataformas no dia 9 de abril para compra e no 28 para aluguel, mas foi exibido com um pouco de antecedência para os ansiosos da imprensa. Espero escrever sobre todos esses e alguns outros antes do dia 25, quando acontece a premiação. Torçam por mim!

Continuar lendo “Críticas do Oscar – Meu Pai”

Novos e velhos heróis

Zack Snyder não é exatamente meu exemplo de diretor de cinema. Apesar disso, passei quatro horas da última quinta-feira conferindo a sua versão do pipocão-sessão-da-tarde Liga da Justiça, filme lançado em 2017 que ele começou, mas não pôde terminar em decorrência de uma tragédia pessoal. Na época, Joss Whedon assumiu o volante e se deu mal: misturar duas visões de uma mesma obra, assim, às pressas, nunca poderia ter dado muito certo, e o resultado foi visivelmente caótico. Mas por que me dar ao trabalho de assistir à nova versão? Bem, um pouco para poder acompanhar as discussões na internet, um pouco porque conseguimos acessar uma promoção bem baratinha do Google Play (se fosse para pagar R$ 50 a história seria outra), e um pouco por curiosidade sobre o que ele poderia me dizer dos novos caminhos do cinema de massa.

Continuar lendo “Novos e velhos heróis”

Que jornalismo queremos?

Tenho me feito variações dessa pergunta todos os dias há algum tempo. O que é jornalismo para mim? O que eu espero dele? O que vocês esperam dele? Onde e como “consumimos” (odeio essa palavra) notícias hoje? Onde o jornalismo cultural se encaixa? Em que medida ele precisa ser um pouco publicidade, um pouco opinião, um pouco entretenimento, um pouco informação, e quando foi que essa balança passou a pender tanto para o primeiro lado? Onde estão os jornalistas culturais hoje? Eles ainda acreditam no que fazem? Alguém ainda acredita no que eles fazem?

Continuar lendo “Que jornalismo queremos?”

A grama dos outros é mais fácil de cuidar

Desde que virou o ano, tenho andado meio workaholic. Desesperada para produzir alguma coisa, seja lá o que for, seja lá como for, desde que seja agora. Acho que é a iminência do fim do mestrado, e com ele do sentido da vida que vem junto com o ritual de conquista de mais um diploma universitário. Não que uma dissertação (que é basicamente um livro) não seja produção suficiente, mas, profissionalmente falando, ela não vale muita coisa. Não depois da defesa. E a necessidade aliada ao tédio de um ano cheio de referências bibliográficas e nenhuma vida social é a mãe da inspiração. E da produtividade. Então podem vir textos, podem vir vídeos, podem vir posts que eu to topando!

Continuar lendo “A grama dos outros é mais fácil de cuidar”

Thelma e Louise e Hunter

Quase trinta anos separam os filmes Thelma & Louise, clássico de 1991 escrito por Callie Khouri (que ganhou o Oscar pelo roteiro) e dirigido por Ridley Scott; e Swallow, novidade cult de Carlo Mirabella-Davis lançada entre 2019 e 2020, em cartaz no Mubi. De um lado, um roadmovie com sua dose de humor, uma dose de ação e outra dose generosa de Geena Davis e Susan Sarandon. Do outro, um drama um tanto aflitivo conduzido pela ainda desconhecida, mas interessantíssima Haley Bennett. Em ambos, mulheres aprisionadas. Em ambos, mulheres que machucam a si mesmas. 

Continuar lendo “Thelma e Louise e Hunter”

Malcolm & Marie

Depois de um atraso na forma de internet caída, enfim assisti ao filme-dê-erre da vez: Malcolm & Marie. Estava tão curiosa quanto receosa: tinha lido coisas boas e ruins, tinha visto o trailer e vinha cultivando uma vaga sensação de que aquela era uma obra cheia de ego. Um pastiche feito de imagens que mais pareciam do que eram, inflado por dois dos atores mais cultuados do momento. Bonito. Pretensioso. Falso. Já tinha um veredito antes de começar. 

Continuar lendo “Malcolm & Marie”

Sem internet

Eram umas onze horas quando apertei o play para assistir ao novo queridinho da Netflix, Malcolm e Marie. Estava oscilando entre começar a rascunhar uns parágrafos para a dissertação ou preparar alguns posts para as redes do Caderno e decidi que um filme assim no meio do dia era uma boa terceira opção: repertório nunca é demais, não é mesmo? Mas ando desconfiando de que o destino gosta de me repreender, e nem me espantei quando a página não carregou. Esperei alguns minutos, tentei de novo. Nope. Da sala, o Gabriel gritou: “Você também está sem internet?”. Ora ora, pelo jeito estou.

Continuar lendo “Sem internet”

Vem aí: vídeos e podcasts

Depois de muito tempo andando em câmera lenta e oscilante rumo a nenhum lugar particularmente interessante, comecei este ano tentando colocar a vida de volta aos trilhos. Esta vida, quer dizer, a produtiva. O que só foi possível depois de entender que eu teria que criar novos trilhos sobre os quais colocá-la. Pois, mãos à obra: respirei fundo, olhei bem para minhas frustrações dos últimos anos e separei o que eu gosto e sei fazer do que eu escolhi abandonar completamente da minha vida (no fim, não era todo o jornalismo que eu abominava, mas parte dele. No fim, eu não queria ficar assim tão longe dele). Se vai dar certo? Ora, desta vez vamos ter que fazer dar. (Gostam desse otimismo, né? Esperem mais um mês. Ou uma semana).

Continuar lendo “Vem aí: vídeos e podcasts”