Rapidinhas: Pixar, Shyamalan, Cannes, livros e mais

Fala, pessoal, estou de volta com um pouco de atraso pra trazer as notícias mais valiosas da semana no mundo da cultura. Hoje temos uma dica de curta para ver rapidinho e dar aquela desidratada logo de manhã; alguns trailers para ficar ansioso pelos próximos meses; uma passada vapt-vupt pelo line-up carregadíssimo do Festival de Cannes deste ano e duas dicas literárias pra fechar em grande estilo. Vamos lá?

Links prometidos:

Cannes 2021 (Line-up completo): https://bit.ly/2Se10FO

Podcast sobre ‘Pieces of a Woman’: https://spoti.fi/3v0LtXt

Livraria Gato Sem Rabo: https://www.instagram.com/gato.sem.rabo/

Livraria Combo: https://combocc.com

Khaleesi escritora, remake de Druk, novidades da Marvel e mais

Fala, pessoal! Estou de volta para atualizar vocês sobre as principais notícias do cinema e da TV. No vídeo de hoje, falamos sobre a HQ feminista escrita por Emilia Clarke, o remake americano do Melhor Filme Internacional no Oscar, as primeiras imagens de Os Eternos e muito mais. Vamos lá?

Toni Erdmann (Maren Ade, 2016)

Você pode até não ter ouvido falar de “Toni Erdmann” ainda, mas, no mundinho paralelo do cinema e da crítica, este filme simplesmente não saiu de pauta desde que estreou em Cannes, em maio de 2016 – tamanha a impressão que deixou em cada um que se aventurou a assisti-lo. Agora, finalmente chegou a vez de o Brasil conferir este que pode ser o favorito ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, se “O Apartamento” não levar a estatueta como protesto anti-Trump.

“Toni Erdmann” é um longa alemão dirigido por Maren Ade (uma mulher, caso o nome não ajude) que corre por duas horas e quarenta minutos, mas tem a leveza de uma comédia de uma hora e meia. O filme conta a história de uma mulher (Sandra Hüller), que trabalha como consultora na área de petróleo e luta para ser reconhecida; e seu pai (Peter Simonischek), um professor de música cara-de-pau que passa os dias fazendo piadas ruins e vestindo uma ridícula dentadura falsa. Os dois, obviamente, não se entendem muito bem.

Pelo título, é fácil presumir que “Toni Erdmann” seja o nome do pai, mas não é. E É. Quando Winfried (este, sim, é seu nome) faz uma visita-surpresa à filha Ines em Bucareste, abordando-a no prédio onde ela trabalha e depois se hospedando sem convite em seu apartamento, ela o suporta por algum tempo, mas logo o obriga a ir embora. Quando ele volta, novamente sem aviso e sem limites, ele já não é mais Winfried, mas sim Toni: um homem de peruca e dentadura que se diz “coach” do CEO da empresa dela.

5

O cenário realista desenhado por Ade, que também assina o roteiro, só torna mais surreais as situações em que Ines e Toni se envolvem, especialmente depois que ela abraça a fantasia do pai e começa a envolvê-lo, de fato, em seu ambiente de trabalho. Aos poucos, mesmo incomodada pela quebra de privacidade, ela vai percebendo a espiral corrosiva em que mergulhara: humilhada diariamente por clientes e colegas, ela se vinga transferindo a humilhação para a assistente e o pai, ciente de que a promoção que lhe fora prometida jamais chegará. A presença daquele louco ao seu lado, portanto, não é nada comparada à loucura de toda aquela vida falsa.

Falo de Ines mais do que de Toni porque esta parece ser a trajetória dela, desde a tomada de consciência até a tomada de atitude, tanto em relação ao pai quanto ao trabalho. Não que o filme coloque Winfried/Toni como uma figura boa e injustiçada, mas justamente o contrário: o espectador sente na pele a vergonha e a raiva de Ines, enquanto testemunha o prazer sarcástico do pai em enfrentá-la. No fim, é impossível – e inútil – escolher um lado.

“Toni Erdmann” estreia no dia 9 de fevereiro nos cinemas.

Fala, Cinéfilo! #10 – X-Men: Apocalipse, Amores Urbanos, Alice Através do Espelho e Jogo do Dinheiro


No Fala, Cinéfilo! #10, conhecemos os trailers de “Assassin’s Creed” e “Personal Shopper”, comentamos o protesto da equipe de “Aquarius” em Cannes e a saída definitiva de Daniel Craig da franquia 007. Saiba qual empresa de games está pretendendo investir em cinema e conheça as principais estreias da quinzena: “X-Men: Apocalipse”, “Amores Urbanos”, “Alice Através do Espelho” e “Jogo do Dinheiro”.

Dica do Público: “Amantes Eternos” (2013)

Tema para o próximo programa: Fim do Mundo.

Trailers:

Assassin’s Creed: https://youtu.be/jTgzJ79KDsg

Personal Shopper: https://youtu.be/7hghXP4F3Qs

Críticas:

X-Men: Apocalipse: http://goo.gl/Xtcj8h

Amores Urbanos: http://goo.gl/0OM6LZ

Alice Através do Espelho: http://goo.gl/E1hfUl

Jogo do Dinheiro: http://goo.gl/dX8IyP

Amantes Eternos: http://goo.gl/QUNn2I