Livros pela metade

Preciso confessar uma coisa: já deixei muitos livros pela metade. Fui uma leitora exemplar quando criança, do tipo que, mesmo se a história não animava, dava um jeito de chegar até o fim – e chegava rápido. Mas a coisa começou a desandar com “Crime e Castigo”. Uma vergonha, eu sei. Fui lendo, fui lendo, até que chegou uma página divisória escrito “Parte 2” e foi a minha deixa. Nunca mais voltei.

Continuar lendo “Livros pela metade”