Mestre de coisa nenhuma

Voltei a estudar há mais ou menos três meses e, há três meses, tenho convivido com a mesma pergunta: por que mestrado, afinal? E, já que estamos aqui… Por que Letras, hein?  Continuar lendo “Mestre de coisa nenhuma”